População com fome deve descer para 925 milhões de pessoas em 2010

O número de pessoas mal nutridas a nível mundial deve cair em 2010 para 925 milhões de pessoas, depois de ter batido um recorde em 2009, indicam as estimativas da organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

A FAO regista positivamente a diminuição da fome no mundo, face às 1.023 mil milhões de pessoas atingidas em 2009, mas lembra que este é o segundo valor mais alto desde o início dos registos.

A descida representa também uma inversão na tendência de aumento que se vinha verificando desde 1995/1997, depois do declínio regular, embora lento, que se registou desde a década de 70.

Em 2010, 16 por cento da população dos países em desenvolvimento estava malnutrida (18 por cento em 2009), ficando acima dos Objetivos do Milénio que apontavam para uma redução do número de pessoas malnutridas para 10 por cento entre 1990 e 2015.

Quase dois terços dos 925 milhões de habitantes que passam fome (578 milhões) vivem na região Ásia-Pacífico, a mais populosa do mundo, seguindo-se a África Sub-Saariana (26 por cento).

A América Latina e as Caraíbas concentram 53 milhões dos habitantes mal nutridos, o Médio Oriente e o Norte de África, 37 milhões, e os países desenvolvidos, 19 milhões.

A FAO alertou para os acontecimentos dos últimos anos, que mostraram a vulnerabilidade da segurança alimentat mundial aos grandes choques – tanto nos mercados agrícolas mundiais como na economia – lembrando que a subida da população malnutrida em 2008 resultou da escala de preços da alimentação entre 2007 e 2008.

Fonte: Sapo Noticias

Comentários